Everton Ribeiro reconhece dificuldades de vencer no Independência

Camisa 17 acredita que faltou agressividade ofensiva para a Raposa sair com um resultado diferente no Horto

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

ESPORTES : BELO HORIZONTE - MG - TOCA DA RAPOSA . TREINO DO CRUZEIRO .
FOTO  : FERNANDA CARVARLHO / O TEMPO   13 .11. 2014
FERNANDA CAVARLHO / O TEMPO
ESPORTES : BELO HORIZONTE - MG - TOCA DA RAPOSA . TREINO DO CRUZEIRO . FOTO : FERNANDA CARVARLHO / O TEMPO 13 .11. 2014

Desde que o estádio Independência foi reinaugurado, em abril de 2012, Cruzeiro e Atlético se enfrentaram oito vezes no local. Em todas elas, o alvinegro levou a melhor. Contando com o primeiro jogo da final da Copa do Brasil, são cinco vitórias do Galo e três empates.

Os cruzeirenses até estavam confiantes para a primeira vitória no Horto, mas ela acabou não vindo. Diante do histórico negativo, o meia-atacante Everton Ribeiro reconheceu as dificuldades encontradas pelos celestes quando enfrentam o maior rival no estádio.

“Eles conhecem mais o campo, já são habituados a jogar. A gente marca bem, mas não consegue ser agressivo. Ficamos com a posse de bola e não conseguimos atacar tanto como no Mineirão. Agora é o jogo em casa para tentar reverter a situação”, afirmou.

O camisa 17 acredita que faltou agressividade ofensiva para a Raposa sair com um resultado diferente. E espera que isso aconteça a favor do time celeste no Mineirão. “Faltou um pouco mais de agressividade na hora de atacar, e estar mais compacto em campo, que era o que a gente vinha fazendo. É focar nos próximos jogos pra voltar a fazer o que a gente sempre fez. Eles (Atlético) estavam bem posicionados, com os atacantes recompondo bem. Temos que achar uma maneira de sermos agressivos e compactos pra vencê-los”, concluiu.