Irmãos de tenente sumida aguardarão resultado de DNA em Varginha

Para realização do teste foi necessária a coleta de saliva da mucosa bucal dos familiares; resultado deve ser divulgado em 30 dias

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

CIDADES - 07/05/2014 15h15 - Atualizado em 07/05/2014 16h51
Polícia procura tenente da Aeronáutica desaparecida em BH
Mulher foi vista pela última vez no sábado (3), após sair de casa com carro.
Casa da militar fica no bairro Prado, na Região Oeste da capital.

tenente Mirian Tavares foi vista pela última vez no
sábado (3).

Foto: Divulgação/Polícia Civil
CIDADES - 07/05/2014 15h15 - Atualizado em 07/05/2014 16h51 Polícia procura tenente da Aeronáutica desaparecida em BH Mulher foi vista pela última vez no sábado (3), após sair de casa com carro. Casa da militar fica no bairro Prado, na Região Oeste da capital. tenente Mirian Tavares foi vista pela última vez no sábado (3). Foto: Divulgação/Polícia Civil

Após cederem material genético para exame de DNA, os irmãos da tenente Mirian Tavares voltam para Varginha, no Sul do Estado, nesta sexta-feira (14). O resultado que vai confirmar se a ossada encontrada na Serra de Itabirito nesta semana é da oficial ficará pronto em 30 dias.

De acordo com Rique Tavares, nessa quinta-feira (13), especialistas colheram a saliva da mucosa bucal dos dois. “Eles precisam de material de três familiares. O da minha mãe já tinha sido colhido. Não temos mais o que fazer aqui, e retornamos hoje para casa”, disse.

Ainda nessa quinta, Rique e o irmão foram ao local em que o carro foi encontrado. Por enquanto, não foi possível tirar o veículo da região, que é de difícil acesso. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que o material para análise de DNA foi encaminhado ao Instituto de Criminalística.

“Alguns representantes da Aeronáutica fizeram contato com a gente no Instituto Médico Legal (IML) de BH. Eles se colocaram à disposição da família. Mas temos que esperar.

Apartamento

O apartamento em que Mirian morava no bairro Prado, na região Oeste de Belo Horizonte, foi alugado para um casal, que deve se mudar para o imóvel este mês.

“Já tínhamos recolhido tudo dela e levado para um apartamento da família em Varginha”, disse o irmão.

Relembre o caso

No dia 3 de maio deste ano, Mírian saiu do apartamento, no Prado, região Oeste de BH, deixando para trás roupas, objetos pessoais e celular. A mulher pegou apenas a carteira militar e a carteira de motorista.

Ela deixou uma carta no imóvel em que, segundo a irmã Beatriz Rodrigues Tavares, escreveu que estava muito triste, mas não sabia o motivo. “Pensamos que ela pegaria a estrada para espairecer, como estava acostumada a fazer algumas vezes, e voltaria para casa, mas isso não aconteceu”, explicou Beatriz na época.

Além disso, conforme familiares, nos meses que antecederam o sumiço, a tenente apresentava um comportamento diferente. Na Páscoa, última vez que a militar esteve em Varginha para visitar os familiares, Beatriz notou que a irmã estava muito calada. Ela foi questionada se teria acontecido alguma coisa, mas disse que estava tudo bem.

Localização do carro: O registro feito pela polícia explica que nesta quarta-feira (12), por volta das 17h, um funcionário que trabalhava na obra de contenção de uma curva da rodovia visualizou o carro em um abismo, próximo ao km 46, aproximadamente a 200 metros fora da pista, perto de uma grota.

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) foi acionada e mobilizou os bombeiros, que conseguiram visualizar e consultar a placa do carro, constatando que o veículo pertencia à tenente desaparecida. A Polícia Civil foi chamada e compareceu ao local. Os Bombeiros fizeram uma varredura e um corpo foi encontrado, já em estado de decomposição, a cerca de 50 metros do veículo.

Um perito do Instituto de Criminalística colheu materiais para exame do local, além de documentos que estavam no carro: cópia da carteira de identidade da vítima e documento do veículo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave