Governo diz que segue agenda

iG Minas Gerais | Tâmara Teixeira |

As assessorias do Estado e da Copasa negaram que a realização das licitações nos últimos 40 dias do governo tenha qualquer relação com as eleições e com a mudança na administração.  

“As licitações obedecem a um cronograma e fazem parte de um longo processo que passa, dependendo das obras, por licenciamento ambiental, projeto executivo, licitação, acompanhamento e entrega dos trabalhos. A licitação, portanto, é apenas mais um passo”, informou a nota.

Em relação ao certame da Copasa marcado para o dia 30 de dezembro, o Estado afirmou que são lotes referentes a projetos de engenharia para execução das “obras necessárias à renovação de alguns programas e novas concessões, bem como para manter o atendimento regular da prestação de serviços nos municípios”. A previsão é que esse processo licitatório se encerre em março de 2015.

O governo informou que, para as publicações dos editais, “levou em consideração o tempo legal necessário para o recebimento e análise das propostas, recursos administrativos e proclamação dos vencedores”. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave