Sem condições adequadas, complexo esportivo vira abrigo

iG Minas Gerais | José Augusto Alves |

28 famílias foram levadas para o Complexo Esportivo do Teresópolis
Nelson Batista
28 famílias foram levadas para o Complexo Esportivo do Teresópolis

Das famílias retiradas da ocupação do bairro Ponte Alta, algumas foram para casa de parentes, e outras, para abrigos e albergues. Um dos locais foi o complexo esportivo do bairro Jardim Teresópolis, onde estão 28 famílias. Uma delas é a do pintor industrial Marcelo Jose, 29, que está no complexo com a esposa grávida e dois filhos. “A situação aqui não é agradável, ninguém gosta de estar numa situação assim”, disse. “Antes de ir para o terreno, eu morava em um quarto na casa do meu irmão”, completou.

Outro desalojado que está no local é Adriano Rodrigues, 29. “A prefeitura está dando a alimentação, mas viver numa situação dessas não é uma coisa perfeita. Minha mulher e meus três filhos não vieram para cá”.

Entretanto, as famílias reclamam que o complexo não possui condições adequadas. “O chuveiro masculino só tem água gelada. Além disso, na quarta (12), não teve jantar. Já na quinta (13), o almoço foi servido às 13h, com várias crianças com fome”, relatou.

Segundo a prefeitura, as famílias que estão no complexo estão recebendo alimentação, segurança e apoio social. “Na noite dessa quarta-feira (12), elas, de fato, não tiveram jantar tradicional, mas foram alimentadas com um lanche reforçado (pães com recheio e refrigerante). Quanto à alimentação dessa quinta-feira (13), o almoço foi servido às 13h para que a rotina de funcionamento do Restaurante Popular do Teresópolis não fosse comprometida, ocasionando um atendimento de qualidade inferior à de costume”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave