Caravana por estudantes mexicanos

Familiares vão percorrer sete Estados para pedir apoio da população para encontrar jovens

iG Minas Gerais |

Familiares ainda têm esperança de encontrar jovens com vida
Alejandrino Gonzalez
Familiares ainda têm esperança de encontrar jovens com vida

CIDADE DO MÉXICO. As famílias dos 43 estudantes desaparecidos em Iguala, no México, deram início a um grande movimento nesta quinta com o objetivo de pedir apoio à população para encontrar os jovens. Integrantes da Federação de Estudantes Camponeses Socialistas do México (FECSM) também participam da ação.

Conhecido como Caravana Brigada Nacional dos 43 Desaparecidos, o movimento será dividido em três partes. O ponto de partida foi o centro de formação de professores onde estudavam os jovens desaparecidos em Ayotzinapa, no sul do Estado de Guerrero.

A três caravanas passarão por sete Estados do país e concluirão sua jornada na praça da Constituição, na Cidade do México, em 20 de Novembro.

Parentes dos jovens continuam à espera do resultado de outros testes de DNA de corpos achados em covas coletivas e em um lixão em Cogula. Na sexta-feira (7), a promotoria informou que, segundo traficantes presos, os 43 jovens teriam sido assassinados.

Pressionado pelo escândalo, o presidente Enrique Peña Nieto evitou assuntos polêmicos após se encontrar nesta quinta com o líder chinês, Xi Jinping, em Pequim. A entrevista coletiva que havia sido convocada na semana passada limitou-se a um pronunciamento, sem perguntas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave