Ministério da Saúde notifica cubanos que abandonaram trabalho em Minas

Dupla que atuava no Programa Federal Mais Médicos, em postos de saúde pelo Programa Municipal Estratégia de Saúde da Família, deixou posto de trabalho há uma semana e ainda não apareceu

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

O Ministério da Saúde notificou dois médicos cubanos do Programa Federal Mais Médicos, que atendiam em postos de saúde pelo Programa Estratégia de Saúde da Família em Montes Claros, no Norte do Estado, e abandonaram os trabalhos há uma semana. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (13) pela Secretária Municipal de Saúde.

Por meio de nota, a secretaria informou que ambos os profissionais trabalhavam nos postos localizados nos bairros Jardim Olímpico e Novo Delfino. Na última semana, os médicos deixaram o local de trabalho e não retornaram. Amigos cubanos que, também, fazem parte do programa informara à secretária que na última vez que a dupla entrou em contato estavam em Belo Horizonte. Agora, ambos estão refugiados em Miami, nos Estados Unidos, segundo os relatos.

A prefeitura de Montes Claros notificou o Ministério da Saúde nessa quarta (12). No mesmo dia, o ministério contactou os médicos. Caso não retornem ao trabalho em 48h, a partir de quarta, eles serão considerados desistentes voluntários do programa.

Outros dois profissionais estão sendo contratados pela própria prefeitura, que espera que o atendimento seja normalizado até a próxima semana. Ainda conforme a Secretaria Municipal de Saúde , atualmente 26 médicos estrangeiros participam do programa federal, desses 16 são cubanos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave