Gisele Bündchen abre primeira unidade de sua marca no Brasil

Modelo deu o pontapé inicial de sua rede em junho, quando abriu um ponto de venda na galeria Lafayette, em Paris, contrariando rumores de que começaria por São Paulo

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Gisele Bündchen abre primeira unidade de sua marca no Brasil
Gisele Bündchen abre primeira unidade de sua marca no Brasil

A primeira unidade da grife de lingeries de Gisele Bündchen no Brasil foi aberta nesta semana em Brasília. Trata-se de um ponto da Gisele Bündchen Intimates dentro da loja da Dufry no aeroporto, que a marca chama de "store in store", ou seja, uma loja dentro da loja.

A modelo deu o pontapé inicial de sua rede em junho, quando abriu um ponto de venda na galeria Lafayette, em Paris, contrariando rumores de que começaria por São Paulo.

Desde então, apesar das expectativas do mercado de que a segunda unidade seria no Brasil, a marca se instalou recentemente na alemã KaDeWe. A escolha de um aeroporto como porta de entrada no Brasil está em linha com o projeto da marca de aproveitar a visibilidade no mercado internacional.

"Estamos desenvolvendo muitas negociações para a escolha dos pontos, mas essa foi uma oportunidade que surgiu e é interessante por ser uma bandeira internacional", afirma Taís Rissi, gerente de projeto da grife da modelo na Hope.

A marca deve intensificar sua expansão no ano que vem, quando a top model completará 20 anos de carreira. Desde que foi criada, em 2011, a grife GBI é comercializada na rede de roupas íntimas Hope (que tem contrato de licenciamento), no site da modelo e em lojas multimarcas. A empresa continua sendo a fabricante, distribuidora e gerenciadora da peças assinadas por Bündchen.

A Hope também segue vendendo os produtos da modelo, mas agora a marca Gisele Bündchen Intimates entra em uma nova fase de investimento, com lojas próprias GBI. A produção das peças se divide entre Brasil e China.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave