Turistas podem ser multados por tirar fotos da Torre Eiffel à noite

Lei diz que fotos noturnas da torre estão sujeitas à pagamento de direitos autorais ao artista responsável por posicionar os canhões de luz sobre a edificação

iG Minas Gerais | DAS REDAÇÃO |

Após a retirada de 2.000 pessoas, não foi encontrado qualquer explosivo
Thibault Camus/associated press
Após a retirada de 2.000 pessoas, não foi encontrado qualquer explosivo

Quem vai a Paris e não tira uma foto da Torre Eiffel? Impossível! Mas agora os turistas precisam ficar mais atentos para que a recordação não pese no bolso. Uma lei diz que fotos noturnas da torre estão sujeitas à pagamento de direitos autorais ao artista responsável por posicionar os canhões de luz sobre a edificação. Isso mesmo!

A iluminação do monumento é tecnicamente considerada uma obra de arte. Assim,  qualquer "reprodução" da famosa torre requer a permissão do artista. Isso também significa que é ilegal compartilhar essas imagens nas redes sociais.

No site oficial da Torre Eiffel é confirmado que usos de fotografias estão sujeitas a certas restrições. As fotos feitas durante o dia estão livres de questionamento.

Segundo informou o tabloide britânico "Daily Mail", as diretrizes da União Europeia, de 2001, indicam que fotografias de obras arquitetônicas em espaços públicos podem ser tiradas de forma gratuita, mas a cláusula é opcional. Países como Itália, Bélgica e França, por exemplo, optaram por não seguir essa indicação.

Muitos edifícios em toda a Europa estão protegidos por copyright. Sendo assim, turistas devem pedir permissão do detentor dos direitos autorais para compartilhar suas fotos em sites públicos.

Na Romênia, Bulgária e Eslovênia, por exemplo, pode-se tirar fotos de edifícios públicos, desde que as imagens não sejam vendidas. Já no Reino Unido, Holanda e Alemanha, os turistas têm a liberdade de tirar e compartilhar fotos de prédios públicos por qualquer motivo. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave