Diário Oficial da União traz publicada exoneração de Marta Suplicy

Marta Suplicy encaminhou carta de demissão à Casa Civil da Presidência da República na terça-feira; presidente Dilma disse que já havia conversado com a ex-ministra sobre o pedido de demissão

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Waldemir Barreto/Agência Senado
undefined

A exoneração de Marta Suplicy do cargo de ministra da Cultura está publicada na edição desta quinta-feira (13) do Diário Oficial da União. A exoneração foi assinada pelo presidente da República em exercício, Michel Temer. A secretária executiva da pasta, Ana Cristina da Cunha Wanzeler, foi nomeada para exercer interinamente o cargo de ministra.

Marta Suplicy encaminhou carta de demissão à Casa Civil da Presidência da República na terça-feira (11). Na ocasião, a presidente Dilma Rousseff tinha deixado o país para as viagens que faz ao longo da semana ao Catar e à Austrália, onde participa da Cúpula do G20.

Na carta, Marta agradece a oportunidade e diz que, em meio a inúmeras demandas e carência orçamentárias do Ministério da Cultura, dirigiu seu trabalho para a inclusão da população na produção de cultura e ampliação do acesso aos bens culturais. Também desejou que Dilma tenha sucesso na escolha da nova equipe de trabalho e que os responsáveis pela área econômica resgatem a confiança e credibilidade de seu governo.

Quarta-feira (12), a presidente Dilma Rousseff disse que já havia conversado com a ex-ministra sobre o pedido de demissão e tinha conhecimento do teor da carta entregue por ela.

Senadora do PT pelo estado de São Paulo, Marta volta a assumir o cargo no Senado Federal, por mais quatro anos.

Senado

A partir desta quinta-feira, Marta Suplicy reassume seu mandato no Senado. Segundo aliados, a ex-ministra da Cultura disse que só estava aguardando a publicação de sua exoneração no Diário Oficial da União. As informações foram divulgadas nesta quinta na coluna Painel do portal "Folha de S.Paulo".