Primeiro título de Schumacher na F1 completa 20 anos

Para comemorar a data marcante, no ano da morte de Senna, família do ex-piloto alemão liberou seu site oficial

iG Minas Gerais | DÉBORA COSTA* |

Título marcou o despontamento de Schumi na Fórmula 1
FIA/ARQUIVO
Título marcou o despontamento de Schumi na Fórmula 1

1994. Um ano glorioso para os alemães amantes da Fórmula 1. Afinal, o país enfim teria um campeão da categoria e esse desbravador era nada mais, nada menos do que Michael Schumacher. Eterna lenda da F1, Schumi chegaria a sua primeira conquista, após o GP da Austrália, no dia 13 de novembro, quando nem ele, nem seu rival Damon Hill completaram a prova, o que foi suficiente para garantir o título ao alemão.

Dessa maneira, Schumi terminou a temporada com 92 pontos, contra 91 de Hill da Williams – que virou o primeiro piloto da equipe após a morte de Ayrton Senna. Naquele ano, o piloto da Benetton conquistou oito vitórias, dez pódios e seis poli positions.

A data é celebrada não apenas pelos amantes do esporte, mas também pela família do ex-piloto, que atualmente vive um drama de quase um ano, para tentar se recuperar de uma grave lesão na cabeça, quando esquiava na França. Os seus familiares aproveitaram a data comemorativa dos 20 anos do primeiro título de Schumi para atualizar o site do ex-piloto.

Na capa do portal schumacher.com foi reproduzida a manchete de um jornal alemão, que foi publicada logo após a conquista inédita do alemão na Fórmula 1.

“O dia em que a Alemanha acordou campeã: o domingo estava ainda em suas primeiras horas. Mas quando a Alemanha acordou em 13 de novembro de 1994, nada seria como antes na Fórmula 1. No Grande Prêmio da Austrália, Michael Schumacher se tornou o primeiro alemão a ser coroado como campeão do mundo. Foi o dia em que um piloto se tornou uma estrela. E uma nação de motoristas enlouqueceu pelo esporte. O começo de uma lenda", diz o texto na capa do site.

A família do piloto também aproveitou a celebração para agradecer aos fãs pelo o apoio na recuperação de Schumi.

“Ainda recebemos todos os dias desejos de melhoras para Michael, e ainda ficamos impressionados com a quantidade de votos. Nós só podemos apenas agradecer a vocês por encararem essa luta com ele e conosco. Estamos confiantes e esperamos o melhor para Michael. A força de vocês está nos ajudando a manter o apoio a ele", divulgou a família.

Michael se acidentou em dezembro do ano passado, quando esquivava nos Alpes Franceses. O ex-piloto ficou quase seis meses em coma, internado no Hospital de Grenoble, na França. Depois de despertar do coma em julho, Schumi foi transferido para um hospital em Lausanne, na Suíça e desde setembro segue com o tratamento em casa.  *Com supervisão de Gabriela Pedroso

Leia tudo sobre: schumachercampeaoformula 120 anos1994