Goulart vê perda do meio-campo como fator decisivo para tropeço

Meia-atacante reconheceu que sua atuação ficou abaixo do esperado e apontou os erros que determinaram o revés

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Ricardo Goulart tem nove gols no Campeonato Brasileiro e desfalcará o Cruzeiro contra o seu ex-clube, o Goiás
ALEXANDRE LOUREIRO/ESTADÃO CONTEÚDO
Ricardo Goulart tem nove gols no Campeonato Brasileiro e desfalcará o Cruzeiro contra o seu ex-clube, o Goiás

Esperava-se mais dos homens de criatividade do Cruzeiro. Pouco inspirados, eles não se encontraram em campo e a Raposa acabou derrotada pelo rival Atlético por 2 a 0, no Independência, em partida de ida da grande decisão da Copa do Brasil. Após o confronto, o meia-atacante Ricardo Goulart reconheceu sua atuação abaixo do esperado, mas dividiu a responsabilidade com todo o grupo.

"Não foi uma noite agradável, eu particularmente não fui muito bem, mas todos estão no mesmo barco", disse.

O jogador ainda apontou os erros que foram cruciais para o tropeço, entre eles a falta de capricho nos passes e a perda do meio de campo.

"Foi mais a parte técnica, a parte tática nem tanto. A gente perdeu o meio-campo, estávamos com três homens e eles estavam conseguindo colocar a bola no chão. Brigávamos pela primeira bola, mas a segunda estava no pé deles e isto acabou desgastando a nossa equipe. Fica difícil quando a equipe perde a segunda bola toda hora", avaliou.

Mas a derrota não tira a confiança do jogador, que acredita em uma recuperação histórica da equipe celeste no próximo jogo. Para tornar este sonho real, o jogador convoca a torcida para fazer a diferença no dia 26.

"Sabemos das dificuldades do próximo jogo, o jogo da volta, mas temos qualidade e competência para reverter esta situação diante da nossa torcida, na nossa casa. Eu espero que a torcida possa comparecer também e vamos em busca deste título tão esperado", concluiu.  

Leia tudo sobre: goulartclassicofinalcopa do brasilfutebolcruzeiroatleticogaloraposa