Polícia prende dentista com armas e drogas em consultório

Policiais do Divisão Estadual de Narcóticos receberam denúncias de que a dentista armazenava drogas e armas no consultório; um homem que foi local entregar armas também foi preso

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Dentista também mantinha um imóvel para armazenar drogas e armas
Reprodução/Facebook
Dentista também mantinha um imóvel para armazenar drogas e armas

A dentista Marina Stresser de Oliveira, 26, foi presa em flagrante com armas, 72 munições e cerca de 16 kg drogas, em Curitiba (PR), na tarde da última terça-feira (11). Um homem que foi local entregar armas também foi preso.

Policiais do Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) receberam denúncias de que a dentista armazenava drogas e armas no consultório.

"A denúncia também dizia que ela contava com o auxílio de 'Roni', que costumava fazer algumas entregas de drogas para ela, além do transporte de armas", disse a delegada Camila Ceconello, titular do Denarc de Curitiba.

Após investigações, os policiais descobriram que Ronaldo de Souza Araújo, 25, conhecido como Roni, levaria uma arma ao consultório na tarde de terça.

Os policiais fizeram campana e flagraram o momento em que o suspeito chegava em um Renault Megane e estacionou na garagem do consultório. Segundo a delegada, assim que Marina foi até o carro, os policiais fizeram a abordagem.

"Em revista ao automóvel localizaram uma espingarda calibre 12 no porta-malas, além de uma pistola 9 milímetros municiada escondida na parte traseira do banco do passageiro", falou a delegada.

Os policiais revistaram o consultório e encontraram 30 munições de fuzil. Em seguida, eles foram em diligência à casa de Marina, no mesmo bairro, onde apreenderam uma submetralhadora 9 milímetros, um carregador com munições de 9 milímetros, 1,3 kg de crack, 2 kg de maconha e uma balança.

Segundo a polícia, a dentista também mantinha um imóvel, no bairro Campo de Santana, para armazenar drogas e armas. No local, foram apreendidos 13,5 kg de maconha, uma balança de precisão e quatro munições calibre 38.

A dentista foi autuada por porte ilegal de armas de uso restrito e tráfico de drogas. O comparsa, que já tinha antecedentes criminais, foi autuado por porte ilegal de armas.

Leia tudo sobre: CrimetráficodrogasarmasDentistaParanáCuritibaConsultórioDenúnciaPolíciaPrisãoMarina Stresser de Oliveira