Ministro diz que só Deus pode resolver

Hoje, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os reservatórios da região Sudeste/Centro-Oeste, os maiores do país, estão com 16,83%

iG Minas Gerais |

Brasília. O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) José Jorge disse nesta quarta que a solução para a crise no setor elétrico está “nas mãos de Deus”. “Estamos nas mãos de Deus. São Pedro, sozinho, não vai conseguir resolver o problema”, disse, em seu discurso de despedida do órgão.  

Para José Jorge, que foi ministro de Minas e Energia nos anos de 2001 e 2002, a situação do setor elétrico atualmente é pior que a da época em que comandou o setor, quando foi decretado o racionamento de energia. “Eis a situação do setor elétrico. Empresas completamente desequilibradas do ponto de vista financeiro, reservatórios vazios, redução de tarifa anulada e grandes dívidas a serem pagas pelos consumidores e contribuintes”, afirmou.

Hoje, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os reservatórios da região Sudeste/Centro-Oeste, os maiores do país, estão com 16,83%. Em 2001, eles estavam com 23,04%, mas não havia as térmicas para ajudar na geração de energia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave