Quatro ministros colocam cargos à disposição

Retirada 'voluntária' foi iniciada por Aloizio Mercadante, ministro da Casa Civil; Mauro Borges (Desenvolvimento e Comércio Exterior), Manoel Dias (Trabalho) e Marcelo Néri (Assuntos Estratégicos) também anunciaram a saída

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Quatro ministros colocaram seus cargos à disposição nesta quarta-feira (12). Sendo eles: Aloizio Mercadante (Casa Civil), Mauro Borges (Desenvolvimento e Comércio Exterior), Manoel Dias (Trabalho) e Marcelo Néri (Assuntos Estratégicos).

Na última terça-feira (11), Marta Suplicy que estava à frente do Ministério da Cultura também publicou sua carta de demissão na internet. Os ministros que anunciaram saída nesta quarta (12) deverão permanecer nos cargos até o final do ano , quando termina o primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.

A retirada 'voluntária' dos ministros foi puxada pelo ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante.O motivo seria deixar os cargos à disposição de Dilma para que a presidente apresentasse sua reforma ministerial sem restrição. Dilma está a caminho da Austrália, onde acontece a reunião G20 que reune as vinte maiores economias do mundo. As informações são do portal G1. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave