Federação da Rússia admite que não tem dinheiro para pagar Capello

A entidade deve em torno de R$28,7 milhões ao treinador italiano

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Divulgação/Real Madrid
undefined

O técnico da seleção russa, Fabio Capello, não recebe salário desde junho. Recentemente, o italiano reclamou de sua situação, e a Federação de Futebol da Rússia admitiu que não tem meios para arcar com seus vencimentos, que giram em torno de 9 milhões de euros (cerca de R$ 28,7 milhões) por ano.

"Não temos dinheiro para pagar o salário de Capello, simples assim. É errado, mas quando eles assinaram o contrato tinham que ter pensado como seria financiado isso tudo. Agora precisamos procurar por meios de arrecadar esse dinheiro", afirmou Sergei Stepashin, membro do comitê esportivo da federação russa.

O italiano está no comando da seleção desde julho de 2012. Em janeiro, renovou seu contrato até 2018, ano em que a Rússia sedia a Copa do Mundo.

No Brasil, os russos decepcionaram e acabaram sendo eliminados na primeira fase. À época, o treinador chegou a ser convocado para explicar o mau desempenho do país no parlamento do país Além do não pagamento de Capello, a federação não renovou os contratos dos assistentes do técnico. Massimo Neri e Cristian Panucci estão sem contrato desde julho.