Bancos são multados em US$ 3,4 bi por irregularidades cambiais

Reguladores globais impuseram sanções o valor aos bancos UBS, HSBC, Citigroup, Royal Bank of Scotland e o JP Morgan, nesta quarta-feira

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Devido ao não impedimento de seus operadores por tentar manipular os mercados de câmbio, reguladores globais impuseram sanções no valor de US$ 3,4 bilhões aos bancos UBS, HSBC, Citigroup, Royal Bank of Scotland e o JP Morgan, nesta quarta-feira (12). As informações são do jornal "Folha de S.Paulo".

A instituição financeira que recebeu a maior pena foi o suíço UBS, mesmo sendo o o primeiro banco a apresentar evidências de possível má conduta e realizando pagamento de US$ 661 milhões à Comissão de Futuros de Commodity dos Estados Unidos e à Autoridade de Serviços Financeiros da Grã-Bretanha.

As evidências de que os operadores tinham conspirado para tentar manipular as taxas de câmbio de referência foram encontradas pelos reguladores através do compartilhamento de informações confidenciais sobre as ordens dos clientes até outubro do ano passado.

Leia tudo sobre: EconomiaMercado FinanceiroMundoHSBCCitigroupUBSmanipulaçãomercadocâmbio