Emprego na indústria cai 0,7% em setembro e recua pelo 6º mês seguido

Fraco desempenho da indústria é reflexo do baixo nível de investimento na economia, cenário agravado por estoques altos, demanda interna menos robusta, restrição no crédito e baixo nível de confiança dos empresários

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O emprego na indústria completou seis meses consecutivos de queda em setembro. O volume de pessoal ocupado no setor recuou 0,7% em relação ao verificado em agosto, informou o IBGE na manhã desta quarta-feira (12).

O fraco desempenho da indústria é reflexo do baixo nível de investimento na economia, cenário agravado por estoques altos, demanda interna menos robusta, restrição no crédito e baixo nível de confiança dos empresários na economia.

No acumulado do ano, o emprego na indústria acumula perdas de 2,8%. No acumulado em 12 meses encerrados em setembro, a queda é de 2,6%.

O volume de pessoal ocupado em setembro foi 3,9% menor do que o registrado em igual período do ano passado. Foi a 36a queda nessa base de comparação e o maior recuo desde outubro de 2009 (-5,4%).

Estados

Houve diminuição de contingente de trabalho em 13 dos 14 Estados pesquisados pelo IBGE na comparação anual. Houve quedas em São Paulo (-4,7%), Paraná (-5,2%), Minas Gerais (-3,9%) e Rio Grande do Sul (-4,7%).

Setorialmente, o pessoal ocupado recuou em 14 dos 18 ramos pesquisados, com destaques negativos para transporte (-7,8%), máquinas e equipamentos (-6,9%), produtos de metal (-8,4%), calçados e couro (-8,7%) e eletroeletrônicos (-7,2%).

Leia tudo sobre: EmpregodesempregoindústriaquedaIBGEBrasilEconomiasetembroconfiançaempresários