Honda RC213V-S 1000

Honda mostrou protótipo inspirado na moto de competição e detentora do título mundial do Moto GP

iG Minas Gerais |

Protótipo esportivo Honda RC213V-S
fotos: Honda divulgação
Protótipo esportivo Honda RC213V-S

Foi apresentado pela Honda, no Salão de Milão, na Itália, um novo protótipo esportivo denominado RC213V-S. Trata-se de uma moto de 1000 cc com motor V4, derivado diretamente da moto RCV1000RR, que compete no MotoGP e que foi campeã de construtores da competição com o piloto HRC Marc Marques, atual campeão da categoria. O modelo apresentado foi desenvolvido pela Honda Racing Corporation (HRC) e despertou curiosidade por conta do desenho e pela falta de informações sobre potência e desempenho. O projeto, com visual avançado e exclusivo, recebeu a colaboração de pilotos profissionais da equipe Honda, que passaram pela principal categoria do motociclismo mundial. Motor V4 A Honda não revelou nenhum dado técnico por se tratar ainda de um projeto. Não houve decisão, por hora, se será uma modelo somente de pista ou terá também um outro para homologação para emplacamento e rodar nas ruas. A julgar pelo possante motor da almejada RCV1000RR profissional, a nova RC213V-S será muito competitiva. A competição, no segmento superesportivo mundial, força a esse desenvolvimento, pois as outras marcas não estão brincando, a exemplo da Yamaha com a nova YZF R1 e a Kawasaki com a sua Ninja H2 turbinada, para cair no gosto dos pilotos mais exigentes.

4 Cilindros em V, uma configuração mecânica com alto torque transformado em poder de arrancada e de saída de curva

MOTONOTÍCIA

* A avenida Pedro II, em BH, perdeu os estacionamentos nas portas das lojas para a pista exclusiva de ônibus. Os comerciantes estão se adaptando ou fechando. Quem não tem estacionamento na porta da loja está em apuros, pois todos gostam de estacionar na frente de onde estão. * Algumas lojas já estavam preparadas com estacionamento na loja e outras mudaram para não fechar. Dois exemplos são a Motovan (nº 3.239) e a Motofort, motopeças e butique (n° 2.992), que oferecem estacionamento. A Progresso Motos, motopeças e butique, na esquina da rua Progresso com a avenida Pedro II está confortável. * No centro de BH duas motopeças oferecem estacionamento interno: a WDA, motopeças e butique, na esquina da rua Rio Grande do Sul com a rua Carijós e a MCM Motos (peças e oficina), na rua Timbiras, 2.611, uma facilidade que destaca e ajuda essas lojas. Em BH as motos são mais visadas pelos agentes de trânsito, que, mais tolerantes com os carros, em relação às motos, poucas vezes relevam uma situação quase de infração. * Estacionamento escasso. Isso exposto, repito o que há anos venho revelando e reclamando neste espaço do Super: é mais cômodo ir de carro ao centro de BH, pois, além da tolerância dos Agentes de Trânsito, mesmo parado em local proibido, encontra-se muitas vagas no estacionamento controlado nas ruas e nos locais pagos. Já de moto, além de não ter vagas nas vias públicas, os estacionamentos de carros não aceitam as duas rodas. * Restam os estacionamentos pagos exclusivos de motos, muito baratos, mas, mesmo assim, na maioria das vezes, não são atrativos por ficarem longe de onde se pretende visitar – e já lotados também. Por adotarem preços acessíveis já se entende que não podem pagar alugueis em locais caros o que inviabilizaria o negócio. A solução esta com o poder público, ou seja, a prefeitura * Nesse domingo o Detran – MG, por meio do CET (Centro de Educação de Trânsito), com o apoio da PMMG, dos Bombeiros e da BHTrans, promove, na praça Floriano Peixoto, bairro Santa Efigênia, BH, o evento Dia Mundial de Homenagem às Vítimas de Trânsito. Compareça das 9h às 12h levando uma rosa branca. Será uma bela oportunidade para o seu motoclube levar a bandeira, pois haverá cobertura televisiva. Lembre-se que, se não se considera a vida, o trânsito mata * Nova Delegacia de Acidentes de Veículos (DEAV), inaugurada na rua Sergipe, 57, no centro de BH. Com novo local e nova dinâmica de trabalho, onde os servidores estão bem-preparados para servir às demandas do cidadão mineiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave