Fazenda Nacional requere arresto da renda do primeiro jogo da final

Juiz Federal da 26ª Vara, André Gonçalves de Oliveira Salce, fez o pedido do arresto dos valores das vendas do jogo de ida

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A Fazenda Nacional requereu em petição protocolada o arresto dos valores da renda do primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, no Independência, além do arresto dos valores repassados pelas administradoras de cartão de crédito ao Atlético, por conta dos pagamentos do sócio do Galo na Veia.

O arresto da renda da partida desta quarta-feira diante do Cruzeiro, no Horto, engloba tanto a venda das bilheterias, quanto a comercialização on-line para sócios do Galo na Veia. As vendas para o público em geral começaram na manhã desta terça-feira.

Inicialmente, o Atlético informou que o diretor do departamento jurídico do clube, Dr. Lásaro Cândido da Cunha, falaria a respeito desta situação na tarde desta terça, na Cidade do Galo. Mas, alegando a importância da partida de quarta, a cúpula mudou de ideia e só comentará sobre esta questão na quinta.

A reportagem tentou contato com o presidente do Galo, Alexandre Kalil, mas não teve êxito.

Leia tudo sobre: AtleticoGalo