Moradores temem prejuízos para o rio, mas querem fim das enchentes

iG Minas Gerais |

Mesmo temerosos com o futuro do rio que corta a cidade, os moradores de Raposos se lembram bem dos estragos causados pelas últimas cheias e, por isso, aprovam o desassoreamento. Muitos reclamam, no entanto, dos transtornos que a obra tem causado.

O motorista Leonardo Fernandes Duarte, 35, que mora às margens do rio, reclama da poeira e dos caminhões que passaram a tomar conta de sua rua. “Reclamei na prefeitura. Eles deveriam ao menos amenizar o impacto da obra para os moradores”, afirmou.

Já o aposentado Osmar Pereira Filho, 61, pede que a rua seja lavada diariamente. Atualmente, a prefeitura disponibiliza um caminhão-pipa para jogar água na via três vezes por dia, mas a população reclama da lama que se forma no local.

O prefeito Carlos Alberto Coelho afirmou que tem feito ações para amenizar os problemas e que a rua será recapeada ao fim da obra. “Infelizmente, para fazer um omelete, é preciso quebrar os ovos. Os transtornos são necessários”. (JHC)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave