Oposição já fala em obstrução

iG Minas Gerais |


Luiz Humberto explica que governo pediu a aprovação do reajuste
Willian Dias
Luiz Humberto explica que governo pediu a aprovação do reajuste

A mensagem com a justificativa do governador Alberto Pinto Coelho (PP) para o projeto de lei que contém o reajuste dos servidores públicos deverá ser lida hoje em reunião plenária. A ordem dada pelo Executivo à base governista é que a proposta tenha prioridade na tramitação. Oposição promete obstruir.

Segundo o líder do governo na Casa, Luiz Humberto Carneiro (PSDB), os parlamentares já sabiam que a proposição seria encaminhada por agora. “É uma correção salarial, e o governo pediu para que a gente consiga aprovar. Será uma queda de braço, mas vamos negociar. Esperamos que dê tempo”, afirma o tucano.

Na opinião de Luiz Humberto, o atual governo sempre foi muito cobrado por não conceder reajustes. “Eles falam que não se paga nem o piso salarial. Agora é a hora de a oposição resolver e se posicionar de fato sobre essas questões. O governo está fazendo o que é possível fazer”, justifica o líder.

Para o vice-líder do bloco de oposição, Rogério Correia (PT), essa é só mais uma entre tantas outras propostas da atual administração para prejudicar a gestão de Fernando Pimentel. “Tem ainda o Orçamento Impositivo, que quer garantir R$ 7,5 milhões em emendas para cada deputado. Fora o Orçamento do Estado para 2015, que é uma caixa- preta e já vai ser um problema”, diz o petista, que promete obstruir a pauta. (IL)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave