Assassinato e farsa movimentam a trama

Diamante rosa está no centro de uma grande disputa entre os personagens

iG Minas Gerais |


Agindo impulsivamente, Cora vai matar Fernando em breve
GLOBO/Alex Carvalho
Agindo impulsivamente, Cora vai matar Fernando em breve

São Paulo. Próxima do capítulo cem, a novela “Império” (Globo), começa a pegar fogo ao dirigir a trama para o assassinato de Fernando (Erom Cordeiro) por Cora (Drica Moraes) e à falsa morte de José Alfredo (Alexandre Nero).

No centro de tudo estará o talismã do comendador. “O diamante rosa vai balançar a relação de muitas pessoas. Algumas vão sair ganhando, outras não”, avisa o autor da novela, Aguinaldo Silva. “As cenas serão bem interessantes”, diverte-se ele.

Ao mesmo tempo em que José começa a planejar sua ofensiva contra Maurílio (Carmo Dalla Vecchia), nesta semana, uma verdadeira caçada à pedra terá início.

Em posse de Lorraine (Dani Barros), o diamante cairá de uma janela e se partirá em pedaços quando alguns personagens estiverem mobilizados a encontrá-lo. Os que conseguirem pegar uma parte do amuleto entrarão no alvo de Cora, que também conseguirá garantir o seu pedaço da pedra preciosa.

Fernando, que sairá sem nada nas mãos, tentará roubar a vilã, mas será empurrado do alto de uma escada. “Cora vai matá-lo de forma impulsiva. No fundo, acredita que age dessa forma para o bem de todos”, diz Silva.

POÇÃO MÁGICA. Nos próximos capítulos, José Alfredo se unirá a Maria Marta (Lilia Cabral) para impedir que Maurílio abale o seu império. Mais à frente, o seu rival deixará vazar uma gravação feita por Danielle (Maria Ribeiro), revelando que o empresário vive de contrabando.

José, que também será chantageado por Cora, passará então a ser investigado pela polícia e entrará em desespero. A aguardada cena em que ele forjará sua morte virá nesse contexto. Com a ajuda de Espinoza (Simon Petracchi), ele beberá um veneno que lhe dará o aspecto de um morto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave