Brasileiros perdem posições no ranking da ATP

Feijão e Bellucci viram adversários os ultrapassarem na reta final da temporada

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Sem vitórias e em má fase, Bellucci segue caindo no ranking mundial
Divulgação/ATP
Sem vitórias e em má fase, Bellucci segue caindo no ranking mundial

As primeiras notícias desta segunda-feira não foram boas para o tênis brasileiro. Alguns dos principais nomes do país na modalidade perderam posições no ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais).

O mais bem colocado, o paulista Thomaz Bellucci, perdeu 12 posições e agora é o 66º no ranking. O segundo no top 100, o também paulista João 'Feijão' Souza, agora é o número 92.

O terceiro no ranking nacional, o gaúcho André Ghem foi o único a se manter. Ele continua sendo o 167º na lista. Rogério Silva perdeu três lugares e caiu para o 272º lugar, cinco pontos na frente do paulista Henrique Cunha, que caiu sete postos e aparece na posição de número 283.

Quem mais teve motivos para lamentar foi o gaúcho Guilherme Clezar, que perdeu 62 posições. Ele saiu do top 300 e agora é o 312º do mundo.

Até o fim do ano, poucas mudanças devem aparecer no ranking. Quem disputar torneios até lá, terá chances de ganhar algumas posições. É o caso de Feijão, Clezar, Ghem e Cunha.

 

Leia tudo sobre: tenisranking atpbelluccifeijaoperdendo posicoestop 300