Independência passa por vistoria, antes da final da Copa do Brasil

Um dos propósitos da visita será definir o local em que os torcedores do time celeste ficarão na Arena do Horto

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Segundo o cartola atleticano, clube mineiro já tem estudos e projeto para este fim
LÉO FONTES/O TEMPO
Segundo o cartola atleticano, clube mineiro já tem estudos e projeto para este fim

O Corpo de Bombeiros fará, nesta segunda-feira, uma vistoria no estádio Independência, palco do primeiro jogo da final da Copa do Brasil entre Atlético e Cruzeiro, no próximo dia 12 de novembro, às 22h. Entre os propósitos da visita, está a definição do local em que os torcedores do time celeste ficarão na arena.

Para este duelo, os cruzeirenses terão 10% da carga de ingressos, como ficou definido na última sexta-feira, quando uma reunião entre os dois clubes garantiu que os jogos da final do torneio terão bilhetes para visitantes. No mesmo encontro, o Galo se comprometeu também a pedir um maior apoio da Polícia Militar na tentativa de reforçar a segurança particular, para evitar confusões na arena.

Na partida de volta, que será no dia 26 de novembro, às 22h, no Mineirão, o Atlético, que é o visitante, também terá direito a 10% da capacidade de ingressos autorizada pelos órgãos competentes.

Polêmica. A decisão de liberar os 10% de ingressos para visitantes nos dois duelos da final gerou duras críticas do presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, ao mandatário do Atlético, Alexandre Kalil. Gilvan disse que Kalil foi “irresponsável” ao pedir os bilhetes para a final no jogo em que a Raposa é mandante, considerando os últimos episódios de brigas entre as torcidas, tanto no Mineirão, quanto no Independência. O dirigente alvinegro respondeu e chamou o mandatário celeste de “mentiroso e descontrolado”.