Felipe Massa explica erro no box: “mudaram nossa garagem”

Na 51ª volta do GP Brasil, o brasileiro entrou na garagem da McLaren ao invés do box da Williams

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Massa chegou em terceiro no GP Brasil, seu segundo pódio no ano
Divulgação/ Williams
Massa chegou em terceiro no GP Brasil, seu segundo pódio no ano

Felipe Massa, da Williams, novamente fez história no GP Brasil. Conseguiu de forma heroica um terceiro lugar, subindo ao pódio pela segunda vez nesta temporada (foi terceiro em Monza, na Itália). Além da bela corrida do piloto, outro momento ficou marcado na prova brasileira, quando Massa entrou “sem querer” no box da McLaren.

Na 51ª volta, Felipe recebeu ordens da equipe para trocar novamente os pneus – que estavam se desgastando muito rápido, devido às altas temperaturas do asfalto de Interlagos. E no momento em que entrou no pit stop, o brasileiro errou o box e parou na garagem da McLaren. Após a corrida, o piloto da Williams tentou explicar o equívoco.

“Eu estava abrindo a brecha em relação a Jenson (McLaren), por cerca de cinco, seis segundos, e talvez até mais. Então eu parei na garagem errada. Eu parei na McLaren (box) porque eles mudaram a nossa garagem nesta corrida, e nós sempre ficamos mais no meio, e a McLaren estava com a cor similar - não branco, mas você sabe - eu pensei que era nossa garagem. Eles estavam prontos. Então eu simplesmente parei lá e perdi muito tempo por causa disso”, esclareceu o piloto.

Mesmo com o tempo perdido na “troca de boxes”, Massa conseguiu voltar em terceiro, posição que manteve até o final da prova. E após o GP Brasil, o piloto agradeceu o apoio da torcida brasileira.

“Foi realmente uma corrida fantástica, e essas pessoas ... eles ainda estão aqui (domingo), cantando e gritando. É incrível. Toda a energia que eu tinha neste fim de semana, é difícil de explicar. Difícil de explicar essa emoção. Então muito obrigado por toda a nossa torcida, que foi empurrando todo o fim de semana, todos os dias. Foi incrível”, concluiu Massa.

A temporada 2014 da Fórmula 1 se encerra no dia 23 de novembro, no GP de Abu Dhabi. A prova valerá o dobro de pontos e por isso a disputa do título entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg da Mercedes ainda está em aberto.