Jovem da Pedreira Prado Lopes, em BH, oferece arma para PMs e é preso

Policiais fingiram aceitar a proposta e outras três pessoas, que levaram o revólver na casa do suspeito, foram detidas

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um jovem de 23 anos foi preso após oferecer uma arma para policiais militares que faziam buscas em sua casa, na madrugada desta segunda-feira (10), no aglomerado Pedreira Prado Lopes, no bairro São Cristovão, na região Noroeste de Belo Horizonte. Ele é suspeito de participar de duas tentativas de homicídio no bairro Aparecida, na área vizinha. Outras três pessoas forma detidas.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, denúncias anônimas pelo 190 davam conta que um homem do aglomerado teria atirado contra dois moradores da rua Aporé na noite desse domingo. Militares do 374º Batalhão deslocaram até o endereço indicado e encontraram um grupo de sete pessoas, três delas armadas e uma com touca ninja, no baeco Maranhão.

Com a chegada da viatura, os suspeitos correram, e um deles atirou contra a corporação, que revidou. Ninguém ficou ferido. Durante buscas no aglomerado, que contou com o apoio do helicóptero Pégasus, policiais encontraram uma pistola 380, um revólver calibre 38 e uma touca perto da casa do jovem.

Ao entrar no imóvel do suspeito, a equipe foi surpreendida pela proposta do suspeito, que ofereceu uma arma para que não fosse conduzido à delegacia. Militares fingiram que aceitaram e, minutos depois, um adolescente de 17, homem de 18 e uma mulher de 38 anos apareceram no imóvel com a arma. Ainda segundo a polícia, o menor teria sido o responsável por disparar contra os militares.

Apesar das denúncias, ainda não ficou comprovada a participação do grupo nos crimes do bairro Aparecida. O grupo foi encaminhado ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional (CIA/BH).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave