“Os Exorcistas” traz trama pautada em terror e comédia

Espetáculo de Thiago Comédia surgiu como esquete, em 2005, e agora ganha produção mais elaborada

iG Minas Gerais | gustavo rocha |


Peça foi buscar apoio do Castelo do Terror do Parque Guanabara
AGÊNCIA OLIAN/DIVULGAÇÃO
Peça foi buscar apoio do Castelo do Terror do Parque Guanabara

O terror como um dos gêneros mais populares do cinema mundial (norte-americano, principalmente) se vale da tecnologia, cada vez mais apurada, com efeitos especiais, para criar climas e cenas que buscam dar sustos aterrorizantes no seu público. Talvez por isso, o teatro e as artes cênicas de um modo geral não costumam topar o desafio de levar espetáculos de terror à cena. Afinal, a chance do público não “entrar” na trama é sempre um risco. O espetáculo “Os Exorcistas”, que estreia nesta segunda, no Teatro Alterosa, no entanto, busca um aliado para fazer uma trama de terror: a comédia.

“Sempre gostei muito desse tipo de terror bem-humorado. Tipo ‘Todo Mundo em Pânico’ e outros filmes que vieram depois”, comenta Thiago Comédia, um dos atores, autor do texto e produtor da empreitada. “Desde 2005, tinha esse espetáculo como projeto. Surgiu um esquete, com menos recursos, muito mais simples que agora e, ainda assim, foi um sucesso de público”, completa.

A peça, dirigida por Evandro Nunes, conta a história de uma dupla de padres, em péssima situação financeira, que conhecem uma menina. Ela brinca com o jogo dos espíritos e acaba possuída por acidente. A solução é exorcizá-la. Mas tudo isso é feito de maneira engraçada, com muito humor. É o que garante Comédia: “O espetáculo é 90% comédia e 10% terror”.

Para tentar estabelecer a atmosfera aterrorizante, Comédia foi atrás da Hades Produções, responsáveis pelo Castelo do Terror, brinquedo famoso do Parque Guanabara, na Pampulha. “As pessoas pensam que é um brinquedo simples, mas é muito bem-feito”, garante o comediante. Mesmo como referência central para o trabalho, seria impossível para a produção do espetáculo reproduzir os efeitos presentes no parque, porque a aparelhagem é demasiadamente pesada. A solução foi criar atmosferas por meio do video mapping, técnica de projeções mapeadas no palco. “Esse é um tipo de desafio que me atrai muito, porque é um espetáculo que nós não vemos na cidade. O máximo que se vê é um ou outro efeito de mágica, mas esses recursos que usamos são realmente inovadores”, garante.

Agenda

O quê. “Os Exorcistas”

Quando. Desta segunda até quarta, às 20h.

Onde. Teatro Alterosa (avenida Assis Chateaubriand, 499, Floresta).

Quanto. R$ 40 e R$ 20 (meia-entrada)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave