Celestes na bronca com 10% para visitantes na final da Copa do Brasil

Torcedores preferem que os clássicos da final da Copa do Brasil tenham torcida única para evitar violência

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Torcedores estão animados com o retorno do Cruzeiro à Libertadores
WEBREPÓRTER/GUILHERME GUIMARÃES
Torcedores estão animados com o retorno do Cruzeiro à Libertadores

A decisão de Cruzeiro e Atlético terem direito a 10% da carga de ingressos para cada clube na condição de visitante na final da Copa do Brasil não agradou boa parte dos aficionados da Raposa.

Para muitos, o ideal seria ter as duas torcidas dividindo os espaços das cadeiras do Mineirão. Outros, pregam a ideia a torcida única, por temerem brigas envolvendo os rivais.

“Sou a favor de uma torcida só. Evita problema, evita violência, enfrentamento nas ruas. É bonito de ser ver as duas torcidas, mas é triste quando se pega na realidade, pois quem está na rua é quem sofre”, opinou o vendedor Warleyson Santiago, 25.

A estudante Débora Rodrigues, 15, concorda com Warleyson. “Deveria ser uma torcida só. Já tentaram várias vezes colocar duas torcidas e não dá certo”, sintetizou.

Já o estofador Genaldo Azevedo, 57, gostaria de voltar a ver as torcidas dividindo o Gigante da Pampulha. “Eu acho que deveria ser torcida única para não ter violência. É melhor pra todo mundo. Mas o que eu queria mesmo era as duas torcidas divididas, é mais bonito”, comentou.

Leia tudo sobre: cruzeirotorcidafutebolclassicotorcida unida