Mais vassouras e menos mangueira

O mais importante, no entanto, segundo Campos, foi incutir nos funcionários uma conscientização sobre o problema

iG Minas Gerais | Marco Corteleti |

O spa Espaço Águas Claras, localizado no distrito de Macacos, em Nova Lima, capta toda a água da chuva para reúso, além de irrigar os jardins com água proveniente do tratamento de esgoto gerado pelo próprio empreendimento. “Essa preocupação com a sustentabilidade do projeto já existia desde que começamos a pensar em construir o spa, inaugurado há quatro anos”, reforça Christiano Campos, sócio-diretor do Águas Claras.  

Segundo ele, com o agravamento da crise hídrica, a partir do verão passado, o spa adotou outras medidas. “Passamos a usar mais a vassoura nas áreas comuns e aumentamos a periodicidade da limpeza com água, de uma semana para 15 dias. Também adotamos máquinas de pressão, que são mais eficazes e gastam menos água”, relata Campos.

O mais importante, no entanto, segundo Campos, foi incutir nos funcionários uma conscientização sobre o problema. “Percebemos uma mudança de postura dos empregados com relação ao uso da água. Isso seguramente terá reflexos na atitude deles em casa e no papel deles como cidadãos”, afirma. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave