Lavagem a seco de prédios é alternativa

iG Minas Gerais | Marco Corteleti |

Em época de falta d’água, lavar fachadas de prédios poderia ser um grande problema, podendo até acarretar multas. Uma solução recentemente adotada por uma empresa de Belo Horizonte promete limpar grandes áreas de superfície gastando um mínimo de água. Isso só é possível graças à lavagem a seco, que vem sendo oferecida pela Milenar Serviços de Limpeza há apenas dois meses.  

De acordo com o diretor comercial, Sergio Felipeto, o processo de limpeza é feito com um produto biodegradável desenvolvido nos Estados Unidos, que age diretamente na sujeira, removendo-a em até dois minutos. “Para limpar a fachada de um prédio de dez andares, por exemplo, em um trabalho que dura aproximadamente quatro semanas, são gastos apenas de dez a 15 litros de água para diluir o produto. Já uma jateadora comum, ligada durante uma hora, consome de 400 a 800 litros de água”, compara. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave