Ônibus cai de ponte sobre rio e deixa pelo menos sete mortos

Kombi tentou ultrapassar o veículo, que despencou de uma altura de 20 metros

iG Minas Gerais | da redação |

Dificuldade.Após cair de uma altura de aproximadamente 20 m, ônibus foi arrastado por 30 m devido à forte correnteza do rio Jequitinhonha
Divulgacao / Itaperi Acontece
Dificuldade.Após cair de uma altura de aproximadamente 20 m, ônibus foi arrastado por 30 m devido à forte correnteza do rio Jequitinhonha

Pelo menos sete pessoas morreram e 28 ficaram feridas em um acidente envolvendo um ônibus na BR–101, próximo à cidade de Itapebi (a 481 km de Salvador), no sul da Bahia. O ônibus, que saiu de Ilhéus em direção a Porto Seguro, caiu no rio Jequitinhonha por volta das 20h30 de sexta-feira.

Informações apuradas pela Polícia Rodoviária Federal da Bahia indicam que o acidente ocorreu durante uma tentativa de ultrapassagem em um trecho de ponte. O ônibus bateu na lateral de uma Kombi – que tentava a ultrapassagem – e, com o impacto, o motorista perdeu o controle da direção. O veículo caiu de uma altura aproximada de 20 metros – equivalente a um prédio de seis andares.

O motorista do ônibus foi uma das pessoas mortas no acidente, fato que tem dificultado a investigação. Além dele, cinco mulheres e uma criança também não sobreviveram à tragédia.

Já o motorista da Kombi, identificado como Adriano Moreira Souza, de 34 anos, foi detido pela Polícia e submetido a teste para verificar se dirigia sob efeito de álcool. O exame de bafômetro deu negativo, mas ele ainda está preso e pode responder por homicídio doloso ou culposo, a depender dos rumos da investigação.

Segundo informações do jornal Correio 24 horas, de Salvador, logo após a queda do ônibus no rio, pescadores que estavam próximos ao local ajudaram no resgate e na retirada dos corpos, sendo suspensas as buscas por volta da 1h30 da manhã.

O resgate das vítimas foi bastante dificultado pela correnteza do rio, já que na região funciona a Usina Hidrelétrica de Itapebi. No momento do acidente, as comportas estavam abertas, fazendo com que o ônibus fosse arrastado por cerca de 30 metros além do local do acidente.

Diante disso, a polícia solicitou o fechamento das comportas e o desligamento das turbinas para que a remoção pudesse ser feita com mais tranquilidade. Os trabalhos foram realizados na noite de sexta e retomados neste sábado pela manhã.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave