Circuito estreou na Fórmula 1 em 1972

iG Minas Gerais | Débora Costa |

O Grande Prêmio do Brasil é tido como tradicional por pilotos e equipes que compõem o cenário da Fórmula 1. Afinal, as provas são – em sua grande maioria – marcadas pela emoção e disputas intensas, recheadas de situações imprevisíveis, como as fortes chuvas, que modificam todo o cenário desde o grid de largada até a bandeirada final.  

O circuito é elogiado por ser considerado criativo e de personalidade. “Interlagos tem o mesmo charme de Monza, Spa e Suzuka, pistas clássicas. Com certeza, Interlagos também é uma delas,” afirma Flávio Gomes, comentarista da Fox Sports e dono do site Grande Prêmio.

O autódromo – que possui mais de 70 anos de história – foi o local da primeira prova da F1 no Brasil, em 1972. O GP foi disputado sem valer pontos para o campeonato, apenas como teste dos carros. O vencedor foi o argentino Carlos Reutemann, da Brabham.

O sucesso da corrida em 1972 colocou o GP Brasil no calendário oficial da F1 no ano seguinte. E a primeira prova oficial do país foi vencida pelo brasileiro Emerson Fittipaldi, da Lotus. “O GP do Brasil teve vitórias emocionantes de Emerson Fittipaldi e de José Carlos Pace (brasileiros), que, em 1975, venceu de forma heroica,” relembra Gomes.

De 1972 a 1980 Interlagos sediou todas as provas da categoria – com exceção de 1978, que foi sediado no circuito de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Em 41 edições do GP, Interlagos recebeu 31 provas e Jacarepaguá, dez. A pista carioca foi demolida em 2012 para dar lugar ao Parque Olímpico para os Jogos do Rio 2016. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave