‘The Newsroom’ na reta final

Terceira e última temporada da série de Aaron Sorkin começa a ser exibida hoje, nos EUA, e no dia 23, no Brasil

iG Minas Gerais |

John P. Johnson
undefined

São Paulo. “The Newsroom” começou em 2012 como um estouro. Nos primeiros cinco minutos, a série de Aaron Sorkin (criador de “West Wing”) mostrou a que veio, com um discurso inflamado de seu protagonista, o jornalista Will McAvoy, interpretado por Jeff Daniels, sobre o porquê de os Estados Unidos não serem o melhor país do mundo. A crítica elogiou: a revista “New York” classificou a série sobre a equipe de um telejornal como inspiradora, enquanto a “Hollywood Reporter” afirmou que Sorkin consegue fazer até um total desiludido virar patriota.

Após duas temporadas bem-sucedidas – foi indicada ao Globo de Ouro de melhor série dramática em 2013 e rendeu a Daniels um Emmy de melhor ator no mesmo ano –, a produção chega agora ao seu último ano. O primeiro episódio da terceira temporada será exibido hoje, nos EUA, e duas semanas depois, no dia 23, na HBO brasileira.

No primeiro ano, a série – que reflete sobre o modo de se fazer jornalismo nos dias de hoje – focou, a cada episódio, um evento do noticiário recente, trabalhado por Will e sua equipe, capitaneada pela produtora MacKenzie, papel vivido por Emily Mortimer. No segundo, foi desenvolvida uma história mais longa, sobre uma notícia falsa dada pelo jornal.

Embora os críticos tenham considerado que a qualidade da série melhorou com o tempo, a audiência caiu de um ano para outro. O episódio final da primeira temporada foi visto, ao vivo, por 2,3 milhões de norte-americanos. Já no segundo ano, a audiência foi de 1,7 milhão de espectadores. Ainda assim, foi uma surpresa quando a HBO revelou que encerraria a série. Embora sua audiência estivesse longe de hits como “The Big Bang Theory” – cujo final da última temporada foi visto por 16,3 milhões –, “The Newsroom” é mais popular que “Girls”, por exemplo. O fim do terceiro ano da série de Lena Dunham, renovada pela mesma HBO, foi visto por 670 mil pessoas.

Sobre a última temporada, que terá seis episódios – quatro a menos que o primeiro ano –, pouco se sabe. Sorkin revelou – atenção, spoilers! – que será discutida a relação entre governo e jornalistas. “A equipe escuta uma história de alguém do governo, que quer o nome da fonte. Mas os jornalistas não revelam”, contou ele à “Entertainment Weekly”.

Segundo o site norte-americano TV Line, tudo indica que a série termine em casamento entre Will e MacKenzie. Mas nada está certo por ora. Questionado sobre o fim da trama, Jeff Daniels foi evasivo. “Terminamos a segunda temporada com um anel e, no primeiro episódio da terceira, discutimos as madrinhas. Então... Talvez tenha um casamento”, disse o ator. “Eles querem se casar. Mas haverá obstáculos na relação dos dois. Se eles vão conseguir superá-los ou não, veremos”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave