Dirigentes de facção radical islâmica sofrem ataque aéreo no Iraque

informação foi divulgada pelo Exército americano neste sábado; Mossul é a segunda cidade mais importante do Iraque e está sob o controle do EI

iG Minas Gerais | Da redação |

A coalizão internacional que combate a facção terrorista Estado Islâmico (EI) lançou, na sexta (7), ataques aéreos contra dirigentes da milícia na região de Mossul, Iraque. A informação foi divulgada pelo Exército americano neste sábado (8).

Em nota, o Comando Central americano para o Oriente Médio e a Ásia (CentCom) disse que não poderia confirmar se o chefe do EI, Abu Bakr al-Baghdadi, estava presente no local. O Exército americano acredita que, no momento, ocorria um encontro de dirigentes da facção.

Segundo o canal árabe Al Arabiya, al-Baghdadi foi atingido pelo bombardeio e está em estado "crítico". A emissora citou fontes tribais, que confirmaram a morte de dezenas de integrantes do grupo jihadista.

Mossul é a segunda cidade mais importante do Iraque e está sob o controle do EI.

Violência 

Neste sábado (8), ao menos 18 pessoas morreram e 73 ficaram feridas no Iraque após a explosão de quatro carros-bomba em três diferentes atentados na cidade de Bagdá.

No atentado mais violento, dez pessoas morreram e 35 sofreram ferimentos com as explosões quase simultâneas de dois veículos carregados de explosivos perto de um posto de gasolina no bairro Amel, sudoeste da capital.

Outras seis pessoas morreram e 28 ficaram feridas com a explosão de um carro-bomba perto de um restaurante popular no bairro Al Amin, sudeste da capital iraquiana.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave