Casal suspeito de matar a filha é agredido em presídio de Uberaba

A direção da penitenciária confirmou as agressões e disse que abrirá um processo interno para apurar o caso

iG Minas Gerais | Da redação |

O casal suspeito de matar a filha de um ano e sete meses, em Uberaba (MG), foi agredido na penitenciária da cidade nesta sexta-feira (7). Eles foram detidos na quinta-feira (6), após a morte da menina e foram transferidos para o presídio na sexta. Peritos apontaram, em laudo preliminar, que a criança morreu devido a agressões físicas, de acordo com o registro policial.

O corpo apresentava hematomas, lesões no rosto e indícios de fratura no braço direito. De acordo com a Secretaria de Saúde do município, os dois suspeitos foram encaminhados para a UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) com ferimentos leves.

A mãe da menina chegou a unidade por volta das 14h30. Ela disse ter caído de uma escada no presídio. Após passar por exames, ela retornou ao presídio. O pai da criança foi encaminhado para a UPA às 17h. Ele também relatou ter caído de uma escada, mas disse ter sido empurrado por um presidiário. Após exames, ele também foi levado para o presídio. 

A direção da penitenciária confirmou as agressões e disse que abrirá um processo interno para apurar o caso. Ainda de acordo com a direção, a mulher foi colocada em uma cela individual e o homem foi transferido para outra cela.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave