Candidatos postam fotos de cartões de resposta na internet

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) monitora as redes sociais e esses participantes poderão sem excluídos do exame

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Com a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) iniciada por volta das 13h, nas redes sociais já começam a aparecer fotos de supostos cartões de resposta da prova deste ano, apesar de ser proibido. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) monitora as redes sociais e esses participantes poderão sem excluídos do exame.

No Instagram, um usuário postou uma foto do cartão com uma caneta e a legenda: "Será que dá cão se tirar foto?". Outros postam a imagem e ainda desejam boa prova. As respostas de outros usuários são imediatas: "Foi eliminado já!", "deleta!".

A regra com relação a smartphones e celulares está no edital: não é permitido portar máquinas calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, ipods, pen drives, mp3 ou similar, gravadores, relógios, alarmes de qualquer espécie ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens.

A recomendação é que os candidatos não levem esses objetos, mas, caso estejam com eles, guardem em porta-objetos fornecidos pela empresa responsável pela aplicação da prova. Os equipamentos e o celular deverão estar desligados. A embalagem deverá ser lacrada e identificada com o nome do participante. O porta-objetos deverá ser colocado embaixo da carteira e retirado apenas no fim da prova.

Os candidatos que portarem qualquer um desses objetos durante a prova, que fizerem postagens de texto nas redes sociais ou trocarem mensagens eletrônicas ou e-mails também podem ser eliminados.

Neste sábado, os participantes farão as provas de ciências humanas e ciências da natureza. Mais de 8,7 milhões de inscritos farão a prova em mais de 1,7 mil cidades.

AGÊNCIA BRASIL

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave