PM tem plano para vigiar ‘brigões’

iG Minas Gerais | Jhonny Cazetta |

Diante da decisão de Atlético e Cruzeiro disputarem os jogos com 10% dos ingressos para torcida visitante, a Polícia Militar (PM) promete realizar uma operação especial dentro e fora dos estádios. Para o primeiro jogo, no Independência, a PM afirma que irá monitorar os torcedores com histórico de briga. “Daremos uma atenção especial a eles, através de nosso serviço de inteligência. Estávamos preparados para qualquer cenário, e vamos agora trabalhar para montar a melhor estratégia. A princípio, colocaremos tapumes para isolarmos totalmente os torcedores cruzeirenses e não permitiremos o uso de qualquer objeto que possa ser utilizado para algum ato de violência”, afirmou o coronel Ricardo Machado, comandante do Comando de Policiamento Especializado (CPE).  

Somente do lado de fora do estádio, serão escalados pelo menos 400 militares. Em toda a cidade, o patrulhamento também será reforçado, especialmente em bares e lugares de aglomeração. “Não vamos medir esforços para garantir a segurança de todos. Vamos ganhar reforço, inclusive, de policiais que ficam normalmente no administrativo”, garantiu Machado, acrescentando que não vê “dificuldade maior na segurança” pelo jogo ser disputado à noite.

Praça da estação. A PM também informou que a concentração dos cruzeirenses será na praça da Estação, de onde os torcedores serão escoltados até ao estádio. “Recomendamos que o torcedor prefira utilizar os ônibus, pois ali a segurança deles estará garantida. Após o jogo, os torcedores permanecerão dentro do estádio até duas horas depois da partida”, disse Machado. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave