Atlético promete reforçar segurança particular no Independência

Diretora executiva do Atlético falou sobre a decisão de pedir os 10% de ingressos

iG Minas Gerais | Lohanna Lima e Johnny Cazetta |

diretora executiva disse que clube vai reforçar segurança particular
Flickr/Atlético
diretora executiva disse que clube vai reforçar segurança particular

A diretora executiva do Atlético, Adriana Branco, prometeu reforçar a segurança no Independência, após reunião que decidiu que os clássicos da final da Copa do Brasil terão presença das duas torcidas. A declaração foi dada nesta tarde, na sede da Federação Mineira de Futebol, após reunião que definiu detalhes do jogo de ida, nesta quarta-feira, no Independência.

“Ele (Alexandre Kalil) tomou essa decisão de pedir os 10% dos ingresso. Fizemos essa reunião hoje (sexta-feira) e agora esperamos que tudo ocorra da melhor forma e sem incidentes. Além do apoio da Polícia Militar, reforçaremos também nossa segurança particular dentro do estádio”, disse.

O presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, fez duras críticas a Alexandre Kalil após pedido  do Atlético para que houvesse duas torcidas. Em coletiva de imprensa na Toca da Raposa II, o dirigente celeste lembrou do compromisso firmado pelos dois de não mais realizarem clássicos com a presença de ambos os torcedores. “Estive com o presidente do Atlético no STJD, prestamos depoimento pessoal e ambos garantimos de que nós não jogaríamos mais com duas torcidas", contou”, contou.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave