Obama autoriza o envio de mais 1.500 militares para o Iraque

Decisão, anunciada pelo Departamento de Estado nesta sexta-feira (7), fará com que os EUA praticamente dobrem o efetivo já deslocado para o país neste ano, para 3.100 soldados

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Como parte da ofensiva contra a milícia radical Estado Islâmico (EI), o presidente Barack Obama autorizou o envio de mais 1.500 militares americanos para o Iraque. A decisão, anunciada pelo Departamento de Estado nesta sexta-feira (7), fará com que os EUA praticamente dobrem o efetivo já deslocado para o país neste ano, para 3.100 soldados.

Segundo o Pentágono, os militares serão necessários para reforçar novos locais de treinamento de tropas iraquianas e curdas e, como os grupos enviados em meses anteriores, não participarão de combates. Uma parte deles irá para a província de Anbar (oeste).

"O secretário [de Defesa Chuck] Hagel fez esta recomendação ao presidente com base nos pedidos do governo do Iraque, na avaliação do Comando Central, no progresso que as forças de segurança do Iraque tiveram em campo e em consonância com um plano da coalizão para defender áreas estratégicas [no Iraque]", justificou o Pentágono em um comunicado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave