Lançada a campanha de prevenção contra a dengue e febre chikugunya

O foco da campanha será voltado para conscientizar a população do risco de um surto de febre chikugunya, que é transmitida pelo mosquito da dengue, o aedes aegypti

iG Minas Gerais | Bernardo Miranda |

Com a presença do médico Drauzio Varella, foi lançada hoje a campanha de prevenção contra a dengue e chikugunya que será realizada pela Secretaria de Estado de Saúde. A partir de domingo, começam a ser veiculados anúncios em rádio, TV, jornais e revistas, a peças educativas que tem como personagem principal o próprio Drauzio Varella.

O foco da campanha será voltado para conscientizar a população do risco de um surto de febre chikugunya, que é transmitida pelo mosquito da dengue, o aedes aegypti. Até agora Minas já teve 38 notificações da doença. Foram descartados 28, dois confirmados e outros oito ainda estão sob suspeita. Para o médico Drauzio Varella será inevitável um aumento dos casos. “É uma doença que se espalha muito rapidamente e os casos da doença pelo mundo mostram que nas cidades onde ocorreram surtos, cerca de 30% da população foi infectada”.

Assim como a dengue, a principal prevenção é o combate aos focos do mosquito. Para isso a secretaria vai investir 14 milhões que serão destinados aos municípios com alto risco. “Além do apoio do estado, é essencial a participação da população. Todo mundo já sabe como é possível ter atenção e cuidado para evitar a proliferação dos focos da doença e é preciso colocar isso em prática”, afirmou o secretário de Estado de Saúde, José Geraldo de Oliveira Prado.

Em 2014, os agentes de saúde realizaram 160 mil visitas a residências e recolheram 730 mil itens, como pneus, garrafas e demais objetos que podem acumular água. No período, foi possível reduzir o número de casos da dengue de 361 mil em 2013, para 46 mil neste ano.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave