Promotoria do Rio pede autorização para ouvir ex-diretor da Petrobras

Segundo o requerimento do Ministério Público estadual, um dos inquéritos foi instaurado para apurar "suposta evolução patrimonial incompatível com a renda do presidente da Transpetro"

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Ministério Público do Rio de Janeiro pediu autorização à Justiça Federal para ouvir o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa em dois inquéritos da promotoria no Estado.

Segundo o requerimento do Ministério Público estadual, um dos inquéritos foi instaurado para apurar "suposta evolução patrimonial incompatível com a renda do presidente da Transpetro" e o outro tem por objetivo "apurar sobrepreço em contratação entre a Petrobras e a empresa Andrade Gutierrez para obras de ampliação do Cenpes-RJ".

A Transpetro, subsidiária de logística da Petrobras, informou que Sérgio Machado, seu presidente desde 2003, entrou em licença não remunerada por 31 dias. Sua saída, anunciada no dia 3 de novembro, se deve à pressão da PwC (PricewaterhouseCoopers), que condicionou a realização da auditoria nas demonstrações financeiras da Petrobras do terceiro trimestre ao afastamento do executivo.

O Cenpes (Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello) é o centro de desenvolvimento de tecnologia da Petrobras. O pedido da promotoria ao Judiciário é necessário pois Costa cumpre prisão domiciliar após fazer acordo de delação premiada.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave