Após temporada oscilante, Luan ressurge com o Atlético

Meia-atacante voltou com tudo, driblando todo o tipo de adversidade, como uma fratura nas costelas, e fazendo gols importantes

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Luan fez o gol que enviou o Atlético para a grande final da Copa do Brasil
BRUNO CANTINI/ATLÉTICO
Luan fez o gol que enviou o Atlético para a grande final da Copa do Brasil

O início de ano reservou capítulos tristes para Luan. Logo na pré-temporada, ele teve de passar por uma cirurgia no joelho direito. Sem poder entrar em ação, viu a derrocada do Atlético no Mineiro e na Libertadores. Mas em meados do ano, ele voltou com tudo, driblando todo o tipo de adversidade, como uma fratura nas costelas, e fazendo gols importantes.

O último tento de Luan, inclusive, foi bastante especial. Não apenas por ter garantido a classificação do Galo para a decisão da Copa do Brasil, mas por ter sido sobre o time da avó dele, o Flamengo.

“Minha vó foi quem me criou. Se ela estivesse viva hoje, estaria feliz. No dia que ela faleceu, eu disse que seria jogador de futebol. Minha avó foi quem me incentivou. Foi um gol especial. Disse que queria fazer gol no Maracanã, mas não comecei jogando. Foi melhor fazer um gol diante da minha torcida, teve um gosto especial”, disse ele.

Mas se por um lado, ele acredita que sua avó estaria feliz, mesmo vendo Luan marcar um gol sobre o Flamengo, por outro, o mesmo não se pode dizer de outros parentes do maluquinho. “Meus primos são flamenguistas e um deles me xingou no telefone”, disse, em meio a risos.

Leia tudo sobre: atléticogalocopa do brasilluanmeio-campo