Violência nos estádio de futebol será debatida na Assembleia

Presidentes do Cruzeiro, Atlético e do América foram convidados para participar da audiência, na próxima segunda-feira, dia 10 de novembro

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Eis a questão.Será que autoridades e promotores têm condições de garantir clássicos com duas torcidas?
ALEX DE JESUS – 21.9.2014
Eis a questão.Será que autoridades e promotores têm condições de garantir clássicos com duas torcidas?

A violência nos estádios de futebol vem assolando o Brasil nos últimos anos e em Belo Horizonte não tem sido diferente. Só no últimos clássicos entre Cruzeiro e Atlético, diversos casos de confusões envolvendo torcedores foram registrados. E para debater esse assunto, as Comissões de Segurança Pública e de Esporte, Lazer e Juventude da Assembleia Legislativa (ALMG), vão realizar uma audiência conjunta, na próxima segunda-feira, dia 10 de novembro.

Para a reunião foram convidados o presidente do Atlético, Alexandre Kalil; do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares e do América, Afonso Celso Raso. Além disso, também foram chamados o diretor-presidente do Minas Arena – administradora do Mineirão - Sérgio Guimarães Gomes e o gerente operacional da BWA – que gerencia o Independência- Helber Gurgel Carneiro.

Além da violência nos estádios, a falta de policiamento nas principais arenas de BH também será debatida na audiência. Após o duelo entre Atlético e Flamengo, na segunda partida da semifinal da Copa do Brasil, que aconteceu na última quarta-feira, no Mineirão, mais de 80 torcedores do time carioca e alguns cruzeirenses foram detidos por causarem confusão nos arredores do estádio.  

Por causa dos recentes episódios de confusões nos clássicos entre Galo e Cruzeiro, a diretoria dos dois clubes optaram por realizar os jogos da final da Copa do Brasil com torcida única.

A audiência será às 9h, no Auditório da Assembleia Legislativa.