Bate debate 7/11/2014

iG Minas Gerais |

Viva o Brasil!   Gilberto André Assessor Político   É evidente que nos dias de hoje a grande maioria da população brasileira tenha motivos plausíveis para reafirmar que vivemos em um país melhor com mais oportunidades, mais inserção, mais democracia, com crescimento pessoal e profissional. São mais de 35 milhões de brasileiros que saíram da margem da pobreza.    A nova política de inclusão, que inseriu milhões de pessoas na nova classe média por meio de políticas públicas emancipatórias, com oportunidades de ingresso às faculdades e universidades, cursos técnicos, sendo um programa de educação de qualidade. Atos que colocaram o país em um novo patamar no cenário mundial, sendo reconhecido e respeitado.  É evidente também que ainda tem muito que se realizar, referentes a moradias, saúde, segurança, educação, mobilidade urbana, reforma da comunicação e findar de vez a impunidade e corrupção. Para tanto foi que a grande maioria optou por reeleger o projeto do Partido dos Trabalhadores (PT), para dar continuidade de um governo popular democrático inclusivo e emancipatório.  Mas é estarrecedor ver e ouvir as opiniões de muitos que não aceitam esta realidade do novo Brasil, uma parcela daqueles que sempre ocuparam o poder, sempre tiveram privilégios, com tudo de bom e do melhor enquanto uma grande maioria vivia de migalhas e sem oportunidades. Não aceitam a inversão da pirâmide social, uma parte da elite e da mídia que reivindicam um espaço somente para eles.    É tedioso ver e ouvir uma elite composta de incôditos, toscos, que depois de um processo eleitoral democrático e licito não aceita a derrota do projeto da burguesia e da mídia, difamando e usando vários adjetivos preconceituosos e criminosos para se referir aos milhões de nordestinos e de outras regiões que votaram na reeleição da presidente Dilma. Muitos destes agora pregam que o Brasil deve ser separado.   Grande tolice, há de se convir que nós somos um país tropical abençoado por Deus, em que a cultura nordestina é uma das coisas mais belas que podemos ver e ter, um povo que luta com dignidade, sofrimento e ajuda no crescimento e progresso do Brasil.    Gostaria de parafrasear um grande homem, líder, que doou sua vida e tombou, pela vida e libertação dos negros norte americanos, quando discursou: “Com esta fé nós poderemos trabalhar juntos, rezar juntos, lutar juntos” Martin Luther King, “Have a Dream”, em 28 de agosto de 1963. Com esse memorável discurso quero encerrar essa reflexão, com a convicção que devemos continuar unidos, lutando juntos, rezando, trabalhando e construindo um Brasil para todos brasileiros, dividindo as riquezas entre brancos e negros, ricos e pobres, sem preconceitos.    Mas se ainda tem alguns intolerantes preconceituosos indiferentes que acham que o Brasil é só para a elite, peguem os seus preconceitos, suas indiferenças, orgulho e intolerância, coloquem numa mala e vão para onde quiserem, só não podemos é aceitar a divisão do Brasil conforme querem aqueles pobres de espírito e incultos. O Brasil é para todos, respeitando suas diferenças, cultura, religiosidades, seja branco, negro, índio, e ou oriundos de outras nacionalidades que escolheram esta nação-paraíso, abençoada por Deus. Viva o Brasil e o povo brasileiro. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave