PT cogita trazer assessor de Haddad

Uma das expectativas é de que o trabalho de Spinelli, mineiro de Juiz de Fora, possa trazer à tona “esqueletos” do senador Aécio Neves (PSDB-MG). Spinelli ainda não aceitou o convite

iG Minas Gerais |

São Paulo. Responsável pela descoberta da máfia do Imposto Sobre Serviços (ISS) e de esquemas que resultaram na prisão de 11 servidores municipais de São Paulo, o controlador geral do município, Mário Spinelli, vem sendo sondado por setores do PT para criar um órgão de auditoria no futuro governo de Fernando Pimentel em Minas Gerais.  

Uma das expectativas é de que o trabalho de Spinelli, mineiro de Juiz de Fora, possa trazer à tona “esqueletos” do senador Aécio Neves (PSDB-MG). Spinelli ainda não aceitou o convite. O prefeito Fernando Haddad (PT) não quer liberá-lo. Segundo fontes no Executivo municipal, o controlado geral é visto como um “republicano”, que até poderia aceitar o convite para criar uma controladoria mineira, mas não com o objetivo de prejudicar Aécio.

Em Minas, por outro lado, Spinelli teria autonomia para criar mecanismos de fiscalização que incluem a obrigação de que servidores públicos entreguem declarações de bens anualmente, além de projetos de transparência em contas públicas. A reportagem procurou a assessoria de Pimentel, mas não obteve resposta. Presidente do PT de Minas, Odair Cunha não quis falar sobre o assunto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave