Estado entra na briga para sediar fábrica

A definição deve sair até março. Com uma fábrica de chassis no Brasil, a expectativa é reduzir o preço do veículo

iG Minas Gerais | luciene câmara |

Rio de Janeiro. Para que o uso de tecnologias mais sustentáveis no transporte coletivo se torne realidade no Brasil, é preciso também tornar o preço e o desempenho dos produtos mais viáveis.  

O diretor de Marketing e Relações Governamentais da BYD, Adalberto Maluf Filho, informou que tem uma negociação com o governo de Minas para que a fábrica seja instalada na região metropolitana de Belo Horizonte ou no Sul de Minas. No entanto, Rio de Janeiro e São Paulo também estão no páreo.

“Queremos colocar a fábrica perto das cidades interessadas em adquirir os ônibus elétricos e, nesse sentido, Rio e São Paulo estão na frente, mas há chance de ser em Minas”, afirmou Maluf Filho. Uma montadora e um centro de pesquisas da empresa começam a funcionar em 2015, em Campinas (SP).

A definição deve sair até março. Com uma fábrica de chassis no Brasil, a expectativa é reduzir o preço do veículo. O Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi) não comentou as negociações. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave