Transparência em governo participativo

Ação, em parceria com a CGU, pretende promover a participação dos cidadãos de Contagem na prevenção e no combate à corrupção

iG Minas Gerais |

Participação. 
Prefeitura está convocando cidadãos para fazerem parte do Olho Vivo no Dinheiro Público
RONALDO LEANDRO/ PMC
Participação. Prefeitura está convocando cidadãos para fazerem parte do Olho Vivo no Dinheiro Público

Com o objetivo de incentivar o controle social, bem como fazer com que os cidadãos atuem para melhor aplicação dos recursos públicos, a Prefeitura de Contagem, por meio da Controladoria Geral do Município, em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU), realiza, no período de 17 a 20 deste mês, no auditório Prefeito Evaristo Belém, na sede da prefeitura, o programa Olho Vivo no Dinheiro Público.

De acordo com o controlador geral de Contagem, Vanderlei Daniel da Silva, o evento é uma oportunidade ímpar para promoção do controle social, por se tratar de uma ferramenta de divulgação e debate sobre as ações políticas e as instituições públicas. “Só é possível construir um governo efetivo e transparente por meio da participação direta da sociedade, logo, esse evento é um importante instrumento de interlocução, tanto com a sociedade organizada (conselhos, entidades de classe, organizações não governamentais) quanto com o cidadão em geral”.

O curso, divido em módulos, possui conteúdo voltado à sociedade civil (especialmente conselheiros), além de capacitação voltada, diretamente, aos servidores municipais (fortalecimento da gestão pública), em temas definidos previamente com cada município.

Ao reforçar a importância da participação dos servidores no programa, Vanderlei Silva destacou que o controle das políticas públicas ocorre na interface entre o cidadão e o agente político responsável pela sua construção. “Nesse sentido, os servidores públicos são o elo essencial dessa interface, vistos que são estes que a realizam efetivamente. Ter consciência da sua importância tanto na execução, quanto no controle dessas ações é fundamental para que cumpram de forma adequada a função pública”.

Por meio da iniciativa, a CGU busca estimular e prover o cidadão de mecanismos para realizar o controle do uso dos recursos públicos, dando condições para a participação de conselheiros municipais, lideranças locais, agentes públicos municipais, professores e alunos, entre outros. Dessa forma promove a integração do cidadão na prevenção e no combate à corrupção, envolvendo a sociedade numa mudança pela educação, pelo acesso à informação e pela mobilização social.

As vagas são limitadas a 80 participantes, e as inscrições, gratuitas, já podem ser feitas pelo site da CGU.

Programa

O programa Olho Vivo no Dinheiro Público existe desde 2003, e, nos diversos eventos já realizados no Brasil inteiro, foram capacitados milhares de cidadãos, conselheiros de políticas públicas, lideranças e servidores municipais.

Em Minas Gerais, ocorreram 11 eventos nos municípios polos de Barbacena (piloto), São Lourenço, Poços de Caldas, Teófilo Otoni, Araxá, Pará de Minas, Viçosa, Belo Horizonte, Lavras, Sete Lagoas e Capim Branco.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave