Presos suspeitos de cometer sequestro

Segundo a Polícia Civil, vítima foi levada para um cativeiro, onde foi ameaçada e ficou sob a mira de uma arma

iG Minas Gerais | José Augusto Alves |

Dois dos suspeitos foram detidos no carro da vítima do sequestro
João Lêus
Dois dos suspeitos foram detidos no carro da vítima do sequestro

Três homens foram presos suspeitos de cometer um sequestro em Betim. Dois dos suspeitos foram detidos na quarta-feira (5), e o terceiro, na tarde de quinta-feira (6).

A vítima foi um empresário de 50 anos da cidade, do ramo de terraplanagem, que passou por momentos de tensão. Segundo o investigador Geraldino, da 4ª Delegacia de Polícia de Betim, foi feita uma denúncia de que a vítima havia sido sequestrada na cidade vizinha de São Joaquim de Bicas e estava sendo trazida pelos suspeitos em direção a Betim. “Com isso, nós subimos em direção à BR para tentar interceptar o carro em que eles estavam, que era da vítima, uma picape. Quando avistamos o veículo, pedimos para parar. Então, tinha dois suspeitos lá dentro, e perguntamos onde estava a vítima. Eles negaram por algumas vezes, até que confessaram que o homem tinha sido transportado para outro carro”, disse.

A vítima foi transferida para um Celta e levada para um cativeiro, que fica em uma estrada que dá acesso à BR–262, próximo ao Pingo d’Água. Após abordarem a dupla, os investigadores seguiram para o local onde estava a vítima do sequestro. Quando entraram em uma estrada vicinal e avistaram o imóvel, um terceiro suspeito, ainda não identificado, viu os policiais e fugiu pelo meio da mata.

A vítima foi encontrada e contou que os suspeitos ameaçavam-na a todo momento com a arma apontada para a sua cabeça, mandando não olhar para eles. “Nas mensagens via celular, um dos suspeitos, no matagal, perguntava se já podia matar o empresário e dizia que ele já estava de joelho”, contou o delegado Rafael de Souza.

Os suspeitos Johmy Pereira, de 20 anos, e Ramon Alves, de 19, foram autuados em flagrante na quarta (5). Já o terceiro suspeito, Nilton Cardoso Rodrigues, de 32 anos, foi preso no bairro Brasileia, na tarde de quinta (6). Ele é apontado pela Polícia Civil como o suspeito que estaria com a vítima no cativeiro e que fugiu pelo mato ao trocar tiros com os policiais. “A equipe policial estava realizando levantamentos quando se deparou com ele traficando na região. Ele havia acabado de vender três pinos de cocaína e estava com outros sete na mão. O delegado Rafael Horácio informou que está ratificando o flagrante por tráfico de drogas e vai vincular o preso ao sequestro-relâmpago”, informou a assessoria da Polícia Civil. Ele foi levado para o Ceresp de Betim. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave