Militar confirma ser o autor do disparo que matou Bin Laden

Nascido no Estado americano de Montana, Robert O'Neill, 38, é um veterano altamente condecorado das guerras no Iraque e Afeganistão

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Militar confirma ser o autor do disparo que matou Bin Laden
Militar confirma ser o autor do disparo que matou Bin Laden

Após meses de angústia, o militar que disparou o tiro que matou Osama bin Laden resolveu revelar publicamente o papel que teve em uma das histórias de maior repercussão nos EUA e no mundo. Nascido no Estado americano de Montana, Robert O'Neill, 38, é um veterano altamente condecorado das guerras no Iraque e Afeganistão.

Em 2 de maio de 2011, ele estava entre os primeiros da coluna de 23 soldados da unidade de elite Seal (sigla para as iniciais de mar, ar e terra em inglês), da Marinha americana, que invadiram o esconderijo de Bin Laden no Paquistão.

Em uma entrevista ao "Washington Post", O'Neill confirmou que foi o autor do disparo fatal na cabeça do então líder da Al Qaeda. Ele também reconheceu que outros seals, incluindo Mark Bissonnette, que descreveu a ação no livro "No Easy Day" (Dia Nada Fácil), também efetuaram disparos. A identidade de Bissonnette, 36, que assinou o livro sob o pseudônimo de Mark Owen, foi revelada pela Fox em 2012.

O'Neill se preparava para tornar sua história pública na próxima semana com entrevistas à Fox News e ao Post, mas sua identidade foi revelada antes pelo site SOFREP, operado por ex-integrantes do Seal, em protesto por sua decisão de revelar seu papel na missão.

Segundo o jornal americano, o militar resolveu falar publicamente sobre o assunto por estar convencido de que sua identidade seria vazada por outros. Além dos círculos militares, seu nome era conhecido por membros do Congresso e por ao menos duas empresas de mídia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave