Sem vencer há um ano, Vettel diz que ficará feliz com fim do Mundial

Alemão não vence uma corrida desde o GP do Brasil do ano passado

iG Minas Gerais | Folhapress |

Tetracampeão da F-1 se destacou nos treinos desta sexta-feira
DIVULGAÇÃO/FÓRMULA 1
Tetracampeão da F-1 se destacou nos treinos desta sexta-feira

Sem vencer uma corrida desde o GP Brasil do ano passado e de partida da Red Bull ao final desta temporada, Sebastian Vettel afirmou nesta quinta-feira (6), em São Paulo, que ficará feliz quando o Mundial deste ano acabar.

"Não vou dizer que ficarei aliviado, mas não vou negar que ficarei feliz", disse o alemão, sorrindo. "Acho que momentos difíceis também fazem parte do esporte e não posso reclamar dos meus últimos anos. Neste ano sofri mais do que meu companheiro [Daniel Ricciardo] para me adaptar ao nosso carro, mas aprendi bastante também", afirmou o tetracampeão mundial.

Neste ano, viu seu companheiro de equipe, o recém-chegado Daniel Ricciardo, vencer três corridas e ofuscar-lhe no campeonato -o australiano é o terceiro no Mundial, com 214 pontos. Vettel soma 149 e é o quinto colocado.

O fato de Interlagos proporcionar sempre corridas emocionantes, de acordo com o piloto alemão, o deixa esperançoso de colocar fim a seu jejum de vitórias, o pior desde que venceu sua primeira corrida, pela Toro Rosso, em 2008.

"A previsão do tempo aqui não é muito confiável porque era para estar chovendo agora e está o maior sol. Mas sabemos que Interlagos é um circuito onde quando começa a chover tudo pode acontecer. Sabemos que a Mercedes está muito à frente da concorrência, especialmente com pista seca, por isso a possibilidade de chuva nos dá uma esperança a mais", completou Vettel.

"Este não foi um ano fácil para qualquer um que não estivesse guiando uma Mercedes. Acho que a Williams foi quem mais chegou perto, eles chegaram a conquistar uma pole [com Felipe Massa na Áustria], mas em corridas estivemos todos mais ou menos no mesmo barco."

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave